sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

«Deixa-me dizer-te uma coisa. A culpa, ao fim de algum tempo, é como engolir pedras. E o teu pai engoliu milhares durante anos. Aquele peso todo dentro dele... Já não consegue pôr-se de pé. Quer dizer, anda por aí às voltas, mas aquilo não é realmente andar.»

- por Richard Zimler in Uma dor tão desigual

Sem comentários:

Enviar um comentário