quinta-feira, 8 de setembro de 2016

E no 2º aniversário de ti (em que eu contigo)...

Como te dar os parabéns cheios de amor? Como te escrever o que sinto quando olho para ti, quando te dou a mão, quando te abraço, quando te beijo? Como sequer explicar o que me levou até ti quando te conheci, engraçando contigo, procurado-te no meio da multidão mascarada e enfim ficando a falar contigo logo ali minutos a fio? Como descrever aquela vontade de estar contigo uma vez mais, e depois outra, e mais outra, e tantas outras até te querer, até te desejar todos os dias para te fazer sentir o quanto te adoro? Como hei de pôr em palavras tudo aquilo que me vai cá dentro, contar-te quais as cores, contornos e brilhos novos que a minha alma tem por ter encontrado a tua? Por te ter encontrado a ti? Tu, cujo nascimento se assinala hoje, e que merece as mais apaixonadas, sinceras, poderosas e duradouras declarações de amor pelo namorado, amigo e ser humano que é?
Quero fazer-te sentir a pessoa mais feliz do mundo uma e outra vez, mais do que uma vez, e, principalmente, ver-te a sentires-te essa pessoa por ti - só por quem és e por, contigo mesmo, saltares de nuvem em nuvem de sonhos, de magia (e não falo só dos sonhos e da magia que se alcança com o cumprir de objetivos, mas daqueles que se encontram em cada verde das folhas, em cada azul do céu, em cada nevoeiro-mistério, em cada música da chuva, em cada virar de esquina por uma nova paisagem ou pequeno pormenor ou detalhe). Se eu já via fantasia no mundo antes de descobrir (e então maravilhar-me) que existias, depois de o saber descobri o verdadeiro conto-de-fadas do coração. Sim: és o meu conto-de-fadas, e ao mesmo tempo és verdadeiro - real, inteiro, arrebatador. Amo-te e espero, torço, e luto agora contigo para que tenhas tanto os dias mais doces, frescos e leves, como os mais fogosos, vividos e entusiasmantes possíveis. Independentemente de tudo: espero, torço, e luto agora contigo para que coletes os dias mais serenos e bem-vindos de todos os tempos - de todo e para todo sempre!... PARABÉNS, príncipe ♥

Sem comentários:

Enviar um comentário