domingo, 28 de agosto de 2016

Mistérios

Há qualquer coisa com a casa do meu pai: passo o dia a espirrar, a espirrar, e a espirrar - assoe-me o que me assoar. Ah, e palro à noite que é uma coisa louca, diz a minha madrasta; e que hoje não falei: berrei. E não foi uma, mas centenas de vezes.

Sem comentários:

Enviar um comentário