domingo, 3 de janeiro de 2016

Morning Person (parte II)

A propósito da publicação anterior: eu sempre tive a sensação de que se escrevesse algum livro seria sempre de madrugada, levantando-me às 5h30 da manhã para o efeito. Ainda veremos se assim o é, mundo... Ainda veremos.

Sem comentários:

Enviar um comentário