quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Fujam

Tem dias em que ser delegada de turma é uma dor de cabeça. Em dois dias e entre mil e quinhentas mensagens que me chegaram, algumas, desculpem-me, foram-me qualquer coisa de irrisório. Exemplificando:

- Achas que letra 11 em vez de 12 faz mal? 
(Bom, fica um pouco à consciência de cada um, não é verdade? O professor pediu letra 12. Por outro lado, não sei se se vai pôr a comparar tamanhos de letra em folhas impressas se não for nada de muito discrepante...)

- Quando é que achas que os nossos colegas vão conseguir chegar a um acordo para depois se sugerir à professora a data do exame de 2ª fase? 
(Tenho cara de bola de cristal?)

- Ouvimos dizer que no ano passado não se tinha mais de 16 nesta cadeira. Podes enviar um mail à professora a perguntar se ela dá mais do que 16? Porque senão escusa-se de ir a melhoria... 
(Ah, claro... vai soar tão bem perguntar isso!)

Oh pessoas...

[Precisava mesmo de desabafar, tendo em consideração que tenho sido bombardeada de mensagens e que hoje quase ainda não parei um 'niquinho para pegar nas perguntas de avaliação que, supostamente, teria de entregar no sábado no cacifo do professor para ainda contarem para 1ª fase; visto que já achava que só ia conseguir entregar em 2ª devido ao tempo que antes tinha, e tendo em conta que, entretanto, tempo foi algo escasso no dia de hoje: 2ª fase will be.]

2 comentários: