sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Dezembro foi...

01/12. Hora de almoço e um saltinho ao Frankie
por muita vontade da Nês de conhecer esta gordice. 

02/12. Por meia-hora, descobrir-me ainda a tempo da foto do dia.

03/12. "Olha, aquele riu-se para a fotografia". D. Olga e o bando 
dos POC (i.e., os caracóis são quem trata das limpezas submarinas).

04/12. Fins de dia Lisboetas. 
Fazer tempo para ir ter com o meu amor.

05/12. Novos (e doces) despertares. 

06/12. Trabalho-pesadelo de APCA: done.

07/12. Descendo a Avenida com e por amor (que o metro 
anda em parecenças de greve). Brincar com as folhas das 
árvores caídas pelo caminho.

08/12. Estar a trabalhar e... ♥ 

09/12. Bons dias cheios de folhagem outonal.

10/12. Pôr do sol no comboio. Derreter-me com a imaginação da criança 
do banco da frente: "aquele era o Navio do Nada" - dizia constantemente o 
rapazinho para a madrinha após detetar um barco ao fundo, num entusiasmo e tanto.

11/12. O ano começou com sair à rua de forma ridícula e não podia 
terminar sem repetir a dose: calças de fato de treino, botas por cima delas 
porque sim e o primeiro casaco quentinho à mão no armário
(em minha defesa: estava a estudar com o aquecedor ligado a meu lado e 
pediram-me para ir passear com o piolho à noite - não me apeteceu torturar-me 
com uma muda de roupa e o frio momentâneo a ela associado).

12/12. Digam todos olá à Coral e ao Marlin, o casalinho de
 peixes Nemos cá de casa!

13/12. Modelos cognitivos e o amor no sofá.
Sozinha em casa a estudar e o cão sozinho no sofá também, uma 
vez que os donos grandes foram ao cinema ao invés de ficarem a ver 
televisão com ele. Maria pega no seu livrinho apetrechado de matéria e 
escapule-se para o sofá para fazer companhia ao seu Yeti-coração.

14/12. Estudar com companhia nos Armazéns. 
Ver um bocadinho do espetáculo de projeção no Arco da Rua Augusta. 
Lembrar a viagem à Disneyland de Paris e a projeção no castelo da Bela Adormecida.

15/12. Dia de revisões lento, lento. Colocar a caneca de chá dos Monstros e 
Companhia na sua faceta motivacional.

16/12. Ir ao Colombo buscar os bilhetes surpresa para a estreia do Star Wars!
Despachar, também, a prenda para o jantar de Natal do amigo secreto 
com a Mega Mesa.

17/12. Era uma vez duas partes... que criaram laços... e se juntaram! 
Primeiro mês de namoro e as surpresas à espreita.
(i.e., duas partes juntaram-se = nós = noz = Cinemas NOS = vamos ver o Star Wars!)

18/12. Lanchar a tangerina que me foi oferecida 
para ganhar (boas) energias!

19/12. "Esta é para ti" e "Não te preocupes, não te vou arrancar"
Ou é estas são falas de que não me quero esquecer nunca.
Primeiro passeio por Sintra com o meu amor.

20/12. Esquecer-me de tirar a foto do dia, mas falar de Sintra 
com o meu amor. Ele próprio sugerir que utilizasse uma fotografia do 
nosso passeio para representar dia vinte. Escolher a panorâmica na qual 
ele este a trabalhar e que divulgou ao mundo neste dia.

21/12. O dia em que terminei a Caixa das Palavras. 
Obrigada à princesa pê por ter permitido preencher 
mais de um ano fantástico com este desafio tão mágico.

22/12. Oeiras tem um miradouro. Parque dos Poetas com 
a melhor amiga antes de uma visita a Cascais e jantar de troca 
de prendas da Mega Mesa (e - surpresa - na companhia do meu amor).

23/12. Dias de limpeza de véspera da véspera de Natal. 
Descobertas. Pedra (lindíssima) do meu mano.

24/12. Noite da véspera de Natal em casa da avó paterna 
e a árvore e presépio preferidos e de sempre.

25/12. Natal, Natal, Natal. Almoços com a família materna.

26/12. Começar a enfrentar a época de exames com a melhor 
companhia que podia pedir, de todo o infinito.

27/12. Escrever salva tudo: os apontamentos, 
a memória e a manutenção da (c)alma.

28/12. Estudar muito fast, ir a duas aulas de condução muito fast
ir ao ginásio muito fast. Em modo competindo com o correio azul.

29/12. "- Então, e depois nessa altura nasceram-me assim umas patas, 
está a ver?" - Maria imaginando uma anamnese invulgar no final de um 
dia de estudo de APCA. Maria e as suas ideias. Maria mantendo os pés 
quentinhos graças à ideia do namorado em oferecer-lhe umas pantufas 
muito ao estilo dos Monstros e Companhia.

30/12. Preparando as coisas para a passagem de ano
(já só penso na passagem de ano).

31/12. Dois mil e quinze e o meu amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário